Barcelona

Seguimos para Barcelona na manhã do dia 03/12 no trem de alta velocidade, AVE. A distância de 620km é percorrida em aproximadamente 2:30hs e o bilhete custou 60 euros. Não é muito barato mas vale cada centavo. Fiquei imaginando como seria bom se aqui no Brasil tivéssemos trens que percorresse o país, é bom sonhar né!!

De Madrid a Barcelono a bordo do trem rápido AVE – paisagem com neve nos trechos mais altos da viagem

Ficamos hospedados no Hotel Eric Vokel Boutique Apartments, unidade BCN Suites na região de Eixample. Super recomendo para quem está viajando em família. Nosso apartamento tinha duas suítes, sala com sofá cama (destinado ao meu irmão) e cozinha, além de lavadora e secadora de roupas. Achei a localização excelente, próximo a Sagrada Família e de fácil acesso aos demais pontos da cidade.

Clique aqui para conhecer e reservar o Hotel Eric Vokel Boutique Apartments.

É em Eixample que se encontram as mais famosas construções de Gaudi, a Casa Batlló e a Casa Milá (La Pedrera), além da Sagrada Família. La Pedrera foi construída entre 1906-1912 e é considerada um grande exemplo da arquitetura modernista. Foi construído para ser um prédio de apartamentos e hoje é sede da Fundação Caixa Catalunia. Em 1984, La Pedrera, foi declarada Patrimônio da Humanidade pela UNESCO.

Barcelona – Casa Milá, La Pedrera

Apesar de ser um destino batido e bem comentado, a visita a La Sagrada Família de Gaudi foi surpreendente. A construção começou em 1882 e estima-se que não fique pronta antes de 2026. As obras foram interrompidas em 1936 devido a Guerra Civil. A obra completa contará com 03 fachadas: Natividade, Paixão e Glória, esta última ainda por ser construída. Serão 18 torres no total, sendo 4 em cada fachada dedicadas aos apóstolos, 04 aos evangelistas e duas torres dos zimbórios (nome dado a parte mais alta e exterior da cúpula, em formato de torre). A catedral foi o trabalho da vida de Gaudi e seu corpo está enterrado na cripta.

Barcelona – interior da Catedral Sagrada Família de Gaudi

Barcelona – papai e mamãe abençoados pela Sagrada Família

Outro passeio muito interessante é ao Montjuic. Foi aqui a sede das olimpíadas de 1992. Montjuic está 213m acima do porto de Barcelona na parte sul da cidade. Além do estádio olímpico encontram-se aqui muitas outras atrações de Barcelona, como a Fundação Joan Miró, o Museu Nacional de Arte da Catalunia, o Castelo de Montjuic, entre outros. Pegamos o metro até a estação Espanya e de lá subimos a pé, ainda bem que é cheio de escadas rolantes para facilitar a tarefa!

Barcelona – escada rolante na subida de Montjuic

Passeamos pelas instalações olímpicas, visitamos o castelo e minha mãe e meu irmão foram também a Fundação Miró. Do alto do morro têm-se lindas vistas da cidade.

Barcelona vista do alto de Montjuic

Castelo de Montjuic foto by Angelo Ravazi

Barcelona – família toda reunida em Montjuic

Do alto do Castelo é possível pegar um teleférico que desce boa parte de Montjuic, chegando bem próximo a Fundação Miró. De lá descemos a pé até a Avinguda Del Paral.lel onde paramos num bar de tapas marinhas que infelizmente não me recordo o nome. O lugar era simples e frequentado por locais e a comida era sensacional.

Barcelona – pai, mãe e Rafa no bar de tapas aos pés de Montjuic

Outro passeio “must go” de Barcelona é ao Parc Guell que apesar de meio afastado vale a visita. Construído por Gaudi a pedido de Guell, o parque era para ser um condomínio de casas. No entanto, há apenas 2 construídas. Hoje o parque é público e uma das 2 casas era a que Gaudi morava. Curiosamente sua casa não foi projetada por ele e sim por Ramón Berenguer. Muitas das áreas comuns foram construídas. Não há como falar de Barcelona e não falar em Gaudi inúmeras vezes.

Barcelona – Parc Guell – torre do pavilhão de entrada e o banco em forma de serpentina que contorna toda a praça

A região sul de Barcelona, nas margens do Mar Mediterrâneo, é conhecida por Barceloneta. A parte conhecida como Vila Olímpica foi construída para os Jogos de 1992 destinada a receber e hospedar os atletas. Vila Olímpica é bem diferente da parte velha da cidade, aqui encontram-se os edifícios mais altos de Barcelona e a região já possui vida própria repleta de restaurantes, galerias de arte, lojas sofisticadas. Escolhemos um restaurante beira mar para saborearmos a famosa paella espanhola.

Barceloneta – Rafa molhando os pés no mediterrâneo

Barceloneta – mamãe em silhueta

A região mais famosa de Barcelona conhecida por Old Town engloba o famoso Bairro Gótico (medieval), La Ribera a e toda região de Las Ramblas. Caminhar por aqui é deparar-se com ínumeras atrações famosas de Barcelona e muitos museus. Catedral de Barcelona toda em estilo gótico, museu Picasso, Palácio da Música Catalã, Palácio Guell são alguns exemplos do que se encontra por aqui. Deixar-se perder por aqui não só é parte do passeio mas sim a graça dele. Não posso deixar de mencionar a região conhecida por Born, também em Old Town, e sua charmosíssima praça.

Barcelona – eu em La Rambla

Barcelona – praça do Born

Barcelona é uma cidade grande e vibrante e deixou vontade de quero mais!!