Maraturismo na Toscana; Castellina in Chianti, Montalcino, Pienza e Montepulciano e de volta a Firenze

Maraturismo na Toscana é possível! No mesmo dia fomos de Firenza para Castellina in Chianti, Montalcino, Pienza, Montepulciano e de volta a Firenze. Saiba como foi esse dia intenso e delicioso.

Em junho de 2017, quando ainda estávamos morando em Copenhague, o Rafa teve um congresso em Firenze e ficamos 5 dias na cidade. No último dia ele não tinha mais trabalho então resolvemos alugar um carro e fazer um tour pela toscana. Indo contra todas as nossas crenças fizemos um baita maraturismo, indo de Firenze até Montepulciano e passando e parando em várias cidadezinhas. Veja o mapa no final deste post.

Clique aqui e reserve seu hotel na Toscana através do booking.com

Toscana_01

Toscana e a região do Chianti

É claro que quando se faz muita coisa em um único dia acaba-se conhecendo pouco de cada lugar, não sobra tempo para entrar nas atrações de cada cidade, é mais um passeio visual. Vale destacar que só foi possível fazer essa viagem porque o dia já estava bem longo e essa não era nossa primeira vez na Toscana. Serviu para nos dar uma amostra de lugares que certamente voltaremos.

Nosso trajeto incluiu: Castellina in Chianti, passando por Greve in Chianti, Montalcino, Pienza, Monticchiello, Montepulciano e de volta a Firenze. A última perna fizemos inteira pela autoestrada. Foram aproximadamente 260km, o que se você pensar não e tanto assim. Fomos da região do Chianti a região do vinho Montalcino já no belíssimo Vale D’Orcia passando pelas pitorescas estradas da Toscana.

Castellina in Chianti

Na região do Chianti, que fica entre Firenze e Siena, muitas das pequenas cidades levam a palavra Chianti no nome. É Rada in Chianti, Greve in Chianti, Castellina in Chianti. Castellina é uma cidade no topo da montanha, ela é pequena e charmosa, a partir daqui é possível explorar a região. Está a apenas 35km de Firenze. No centrinho, paramos para uma taça de vinho e deliciosos embutidos e queijos da região. Combustível para o dia!

Toscana_02

Castellina in Chianti

Montalcino

Montalcino é deslumbrante. Além da cidade ser encantadora, é aqui que se produz um dos vinhos mais famosas da Itália, o Brunello de Montalcino. Vinho feito 100% com a uva sangiovese e que requer o mínimo de 5 anos de envelhecimento para ser caracterizado como tal. Na nossa viagem paramos na vinícola Val di Suga que estava no nosso caminho. Lá, degustamos 3 qualidades de vinho, um rosso di montalcino, um brunello e um brunello reserva. Todos eles são feitos com 100% uva sangiovese e a diferença entre eles é o tempo de envelhecimento, além disso, não é toda safra que produz o reserva. Eu adorei o Rosso di Montalcino, um vinho leve, delicioso para o verão.

A cidade tem muitos pontos turísticos, diversas igrejas, uma fortaleza e um centro histórico dos mais típicos da Itália. Mas o que enche os olhos mesmo é o visual do Vale D’Orcia que é lindíssimo. Almoçamos no Restaurante Caffe Alle Logge di Piazza na Piazza del Popolo. Uma massa típica da região é o pici, que é um espaguete mais grosso. Eu comi um pici com cebola, bochecha de porco curada com um cremoso molho de parmesão. Estava dos deuses! Tudo isso acompanhado de uma taça de vinho.

Depois do almoço visitamos a fortaleza e seguimos viagem com destino a Pienza.

Toscana_03

Montalcino

Pienza

Se eu já estava encantada com Montalcino e seu belo visual, Pienza fez meu queixo cair. A cidade é peque e deslumbrante. Eu sei que tantos adjetivos acaba tornando o texto repetitivo mas, a Toscana é isso mesmo, uma repetição de belíssimas paisagens e cidade pitorescas.

Pienza é a cidade natal do Papa Pio II (papa de 1458 a 1464) e na época de seu papado a cidade ainda se chamava Consignano. A rua principal é um encanto, com lojas, restaurantes, gelaterias, mas é a Via Dell’Amore que te conquista.

Pienza é também uma grande produtora do queijo pecorino. É um queijo de ovelha, bastante forte, de cheiro bem acentuado, eu particularmente não gosto.

Toscana_04

A bela Pienza na Toscana

Monticchiello

Monticchiello é um pequeno burgo no topo de uma montanha. Quando eu digo pequeno é pequeno mesmo, cerca de 200 pessoas vivem ali. Fica entre Pienza e Montepulciano e ainda conserva parte de suas muralhas do século XIII. Por estar num lugar bem alto, o visual do Vale d’Orcia é de babar.

Chegamos em Monticchiello um pouco tarde e a cidadela estava bem pacata. Talvez seja assim mesmo independente do dia e horário. Um encanto!

Toscana_05

Monticchiello

Montepulciano

De todas as cidades que visitamos nesse dia, Montepulciano é a maior delas e a que menos aproveitamos. Chegamos tarde e as atrações turísticas já estavam fechadas e o comércio tinha pouca coisa aberta. Ainda deu tempo de comprar mais vinhos. Andamos um pouquinho pelas ruas da cidade, escolhemos um restaurante para o jantar e depois disso pegamos estrada de volta a Firenze. Clique aqui e veja uma das atrações imperdíveis em Firenze!

Toscana_06

Valeu a pena?

Se eu achei que valeu a pena toda essa correria? Com certeza. Foi suficiente para dizer que conheci a Toscana? De jeito nenhum. Valeu muito para me fazer ter certeza de que quero voltar com mais tempo, tipo 15 dias só por aqui. Quem sabe!

Na manhã seguinte voamos de volta para Copenhague, isso já era 15/06/2017.

Clique aqui e veja tudo que já publicamos sobre a Itália!