MASSACHUSETTS – AS COLINAS BERKSHIRES, WILLIAMSTOWN, LEE E LENOX

Brattleboro foi nosso ultimo destino no estado de Vermont, mas não o ponto final da nossa viagem. Seguimos para Massachusetts, o estado mais populoso de New England e o porto de chegada dos colonizadores ingleses na América. A fronteira entre os estados de Vermont e Massachusetts é uma região repleta de pitorescas cidadezinhas e de colinas conhecida por Berkshires.

Entrando em Massachusetts

Entrando em Massachusetts

Antes de nos embrenharmos por essa região eu quis dar um pulo na flagship store da Yankee Candle. Essa marca de velas é muito popular aqui nos Estados Unidos e essa loja, localizada na cidade de South Deerfield (MA) é a loja carro-chefe da marca. Gigante! Além das velas e tudo mais relacionado ao assunto, a loja tem uma vila natalina com os mais diversos acessórios de decoração sobre o tema. Fiquei sabendo sobre ela nas minhas pesquisas sobre a região. Mais precisamente neste blog aqui. Quanto aos preços não é nada diferente que em qualquer outro lugar, mas tenha certeza que você vai encontrar o que quiser.

Yankee Candle Village - flagship store em Massachussets

Yankee Candle Village – flagship store em Massachussets

Yankee Candle Village - flagship store

Yankee Candle Village – flagship store

Depois da Yankee Candle nosso passeio foi pela Mohawk Trail. Uma rota antiga que tem suas origens na América Nativa e proporcionava o comércio entre as tribos do Atlântico e as tribos de Nova York. Parte da Massachusetts Route-2 a Mohawk Trail de hoje foi estabelecida em 1914, tornando-se a primeira estrada panorâmica de New England. Em suas 69 milhas de extensão são muitas as atrações encontradas por aqui.

Mohawk Trail - Massachussets Route-2

Mohawk Trail – Massachussets Route-2

Mohawk Trail - Massachussets Route-2

Mohawk Trail – Massachussets Route-2

Mohawk Trail - Massachussets Route-2

Mohawk Trail – Massachussets Route-2

Nossa primeira parada foi na pequenina vila de Shelburne Falls cuja principal atração é a The Bridge of Flowers. Construída em 1908 e abandonada em 1928, a ponte perdeu sua função original (trolleys) e foi logo transformada na Ponte de Flores. Aberta no início da primavera até o final do outono ela cruza o Rio Deerfield, ligando os municípios de Shelburne Falls e Buckland. São mais de 500 espécies de flores plantadas e cultivadas por voluntários locais

The Bridge of Flowers - Shelburne Falls

The Bridge of Flowers – Shelburne Falls

The Bridge of Flowers - Shelburne Falls

The Bridge of Flowers – Shelburne Falls

The Bridge of Flowers - Shelburne Falls

The Bridge of Flowers – Shelburne Falls

Continuando nossa viagem a parada seguinte foi na bela Williamstown, extremo oeste da Mohawk Trail. A cidade é pequena, casa da famosa Williams College, a população não chega a 8000 habitantes. A Williams College é uma das melhores faculdades dos Estados Unidos e tem mais de 200 anos de existência, tendo sido fundada em 1793. O campus é lindo! Vale a visita.

Williamstown, Massachussets

Williamstown, Massachussets

Williamstown, Massachussets - Williams College

Williamstown, Massachussets – Williams College

Williamstown, Massachussets - Williams College

Williamstown, Massachussets – Williams College

Rafa em Williamstown, Massachussets - Williams College

Rafa em Williamstown, Massachussets – Williams College

Williamstown, Massachussets - Williams College

Williamstown, Massachussets – Williams College

Nosso hotel para as últimas duas noites foi o Yankee Inn na pequena Lenox, 28 milhas distante de Williamstown. Na primeira noite jantamos num restaurante de tapas muito gostoso chamado Brava. Na segunda noite escolhemos o Alpamayo, um restaurante peruano em Lee, que para quem gosta de ceviche é escolha perfeita.

A cidade de Lenox e a vizinha Lee são um charme. Bucólicas, pitorescas, calmas. Bons restaurantes, lojas finas e até mesmo um outlet.

Lenox, Massachussets

Lenox, Massachussets

Lee, Massachussets

Lee, Massachussets

Outra atração da região é o Mt. Greylock State Park. Da entrada sul do parque, onde fica o Visitor´s Center, até o topo do Greylock são aproximadamente 12 milhas de estrada. No percurso há várias trilhas disponíveis. Escolhemos fazer uma bem curta e fácil, a Rounds Rock, que já nos permitiu admirar a beleza do lugar. Uma das “atrações” desta trilha é o local da queda de um avião em 1948. Os destroços do avião assim como o corpo do piloto só foram encontrados 4 meses depois da queda.

Mt. Greylock, Round Rock trila

Mt. Greylock, Round Rock trila

A entrada no parque é gratuita e ao chegar ao topo paga-se 5 dólares para estacionar. O Mt. Greylock é o pico mais alto do estado de Massachusetts com uma altura de 3.491 pés (1064 metros) de altitude. No topo, a principal atração é uma torre que homenageia os homens e mulheres de Massachusetts que perderam suas vidas em época de guerra. Há também um hotel com restaurantes e banheiros para o visitante.

Mt. Greylock - eu e meus pais

Mt. Greylock – eu e meus pais

Mt. Greylock

Mt. Greylock

Mt. Greylock

Mt. Greylock

Mt. Greylock - visual lindo!

Mt. Greylock – visual lindo!

No dia seguinte de manhã seguimos nosso caminho de volta para Philadelphia, e depois de 255 milhas estávamos em casa.

LINKS ÚTEIS

Yankee Inn

Yankee Candle Village

Sobre a Williams College

Sobre a Mohawk Trail

Sobre o Mt. Greylock e outras atrações na Berkshires. Clique aqui.

Mais informações sobre a Nova Inglaterra visite o blog do MauOscar. Clique aqui.

Lee, Massachussets

Lee, Massachussets